Tag Archives: meg cabot

Tendência Literária: Contos de fadas

11 jun

O Tendência Literária vai ser uma coluna postada tanto mim quanto pela Natália falando sobre o que está sendo mais usado no mundo literário. Sobrenatural, distopia, new adult etc. Como não é toda semana que surge uma nova tendência, essa coluna não vai ser tão periódica quanto a Pinky Wednesday. Então pode ser que role duas vezes por mês, mais ou menos, dependendo do que estiver em voga.

E pra inaugurar a coluna, escolhi um tema que tem sido MUITO usado ultimamente: os contos de fadas. Seja no mundo literário ou no cinema, essas histórias nunca foram tão atuais. Muitos deles transformam os contos (que são pequenas histórias) em livros inteiros e até mesmo séries. O interessante é que não só os contos mais conhecidos estão sendo reaproveitados, como vocês vão ver abaixo.

Por isso, separei alguns livros lançados recentemente (ou que ainda vão ser lançados) pra deixar todo mundo por dentro!

 

A_PRINCESA_DO_BAILE_DA_MEIANOITE_1360269014P

A Princesa do Baile da Meia-Noite

Série Princesa 1, baseado em As 12 Princesas

Rosa é uma das doze princesas forçadas a dançar noite após noite no reino de baixo. Elas foram vítimas de um feitiço que nenhum príncipe, até mesmo dos reinos mais distantes, consegue desvendar. A chave para quebrar o encanto, porém, está na força de um cavaleiro destemido e – claro – no amor verdadeiro. Mas será que ele conseguirá driblar todas as dificuldades que aparecerão em sua jornada para ajudar essa bela princesa e suas irmãs? Uma fantasia repleta de romance que encontrará lugar entre os fãs de contos de fadas, grandes heroínas e jovens heróis fortes, astutos e sensíveis.

 

CINDER_1368061312P

Cinder

Série Crônicas Lunares, baseado em Cinderela

Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

 

O_LIVRO_DAS_PRINCESAS_1364933696P

O Livro das Princesas

Contos baseados em Cinderela, Rapunzel, A Bela Adormecida e A Bela e a Fera

“Da mesa da Princesa Mia Thermopolis: Olá, amigos, fãs e companheiros admiradores de princesas (ou eu deveria dizer simpatizantes de princesas?)! Eu mal pude acreditar quando alguém do Brasil permitiu que EU desse uma olhadinha neste livro. Mas acho que faz sentido, já que, além de ser uma princesa, também tenho verdadeira paixão por histórias românticas! Acreditem no que eu digo, este livro tem essas duas coisas de sobra! Mas são releituras contemporâneas, com reviravoltas que farão você dizer owwwwnnnnnn… Uma Cinderela DJ? Rapunzel popstar? Bela é uma supermodelo? E unicórnios em A Bela Adormecida?! Sim, por favor! Mais, mais. POR FAVOR. Não se preocupem, tem mais. Muito mais. Eu amei, e vocês também vão! (Sim, você também vai amar, Tina Hakim Baba. Pode pegar meu exemplar emprestado quando eu terminar de ler. Não, melhor: compre o seu. Assim você vai poder ler de novo e de novo, como eu pretendo fazer.)

Sinceramente, Sua Alteza Real, Princesa Mia Thermopolis”

 –

Quero ler todos, e vocês?

ywybv8ilgg1y5hfv9ks9

Pinky Wednesday: Meg Cabot

27 mar

meg cabot

 

 

Então, toda quarta-feira vamos apresentar uma lista, a Pinky Wednesday, sobre qualquer coisa e falar um pouco sobre. Hoje apresento um pouco sobre Meg Cabot ou também conhecida como Patrícia Cabot e Jenny Carroll. Uma das minhas autoras favoritas, tenho quase todos os seus livros e sempre surto quando lança um novo.

 

Meggin Patricia Cabot é autora de mais de 60 livros e o seu maior bestseller é a série de dez livros O Diário da Princesa. Nasceu em 1º de fevereiro de 1967 e cresceu em Bloomington, Indiana. Quando jovem, Meg adorava ler Jane Austen, Judy Blume e Barbara Cartland. Com o seu diploma de graduação em Artes da Universidade de Indiana, Meg se mudou para NY com a intenção de trabalhar como ilustradora, mas logo cedeu a sua verdadeira paixão: a composição literária. Então abandonou sua ocupação de ilustradora e passou por vários trabalhos para poder pagar o aluguel, como ser assistente administrativa em um alojamento na Universidade de NY (onde a inspirou a escrever a série Heather Wells).

Escrevia sempre que tinha oportunidade, seu primeiro livro publicado foi A Rosa do Inverno, esse e seus outros romances históricos foram escritos com o pseudônimo Patrícia Cabot. Publicou livros como a série A Mediadora com o pseudônimo Jenny Carroll. O motivo de tantos nomes é que no inicio ela publicava em três editoras, mas agora todos os seus livros levam o seu nome verdadeiro. A sua série mais famosa O Diário da Princesa foi escrita como se fosse uma auto biografia afinal sua mãe se casou com seu professor de álgebra e seu pai morreu de câncer. Ela escreveu também como Mia Thermopolis o romance Liberte Meu Coração.

Mora em Key West e é casada com Benjamin D. Egnatz. O casamento ocorreu em uma fuga para Itália e o livro Todo Garoto Tem é inspirado vagamente nessa história. A tão famosa gata Henrietta de um olho só em que sempre é citada nos seus livros morreu em janeiro com 20 anos.

Como todos sabem O Diário da Princesa e Avalon High foram feitos pela Disney, A Garota Americana e a série A Mediadora também foram vendidos para lá, mas não se tem notícia sobre. Outros livros também já foram vendidos para serem adaptados como série ou filme, mas até agora nada! Espero que não demore a sair e que sejam bem feitos (o que não aconteceu com Avalon High).

Difícil escolher ainda mais que Meg faz personagens masculinos apaixonantes, mas aqui vai os três melhores livros/séries na minha opinião e da Mariana:

Top 3 – Natália

O Diário da Princesa

Primeiro livro que li dela e me apaixonei. Lembro que tinha 10 anos e relia o livro toda hora e queria mais, então quando descobri que tinha continuação eu surtei! Adorei o final da série, mas não me importaria de ter mais algum livro. E gente, o Michael? Muito amor.

michael

 

 

 

 

 

Trilogia Boy

Adoro livros com emails, mensagens e essas coisas. Quando li O Garoto da Casa ao Lado, eu amei (Mariana não gostou, até hoje não entendo). Depois ganhei de aniversário Todo Garoto Tem e adorei também, como não adorar o Cal? O que menos gostei foi o Garoto Encontra Garota, mas como sempre o mocinho é um lindo. Achei o máximo a ligação de um livro com o outro, porque assim a gente fica sabendo o que aconteceu com os personagens do outro livro. Só depois de muito tempo que descobri que era uma série. No site da Meg está dizendo que ela tem ideia para mais um livro desse formato, espero que saia mesmo!

A Garota Americana e Quase Pronta

David, apenas. Isso que eu tenho a declarar sobre esses livros (e que David é melhor que Tommy Sullivan).

Top3 – Mariana

Série Cabeça de Vento

Emerson Watts é a típica nerd rejeitada por quase todos na escola. Quase porque pelo menos uma pessoa gosta dela: Christopher, seu melhor amigo e por quem tem uma queda, apesar de ele não desconfiar. Até que num belo dia, ao levar sua irmã mais nova ao shopping para ver a modelo Nikki Howard, Em sofre um acidente e tem seu cérebro transplantado no corpo de Nikki. A partir daí, ela tem que aprender a conviver com a carreira de modelo, algo que ela sempre detestou. Essa é uma das minhas séries favoritas da Meg. É tudo muito engraçado e todos os personagens (pfvr Lulu!!!!!) são ótimos. Os livros vão numa crescente até o último, o qual muita gente não gostou por achar que faltou mais ação, mas que pra mim foi ótimo por conta de todo o desenvolvimento romântico dos personagens. É a mistura certa de ficção científica com YA.

Avalon High

Quando Elaine Harrison se muda para Washington, ela não leva muita fé de que aquela é uma boa ideia. A escola, Avalon High, tem os mesmos tipos de sempre: os atletas, líderes de torcida, nerds etc. Mas um deles a surpreende: Will. Além de lindo, é atleta, presidente da turma e um doce de pessoa. E então, Ellie começa a notar algumas semelhanças entre a população da escola e a população de Camelot. Sim, a cidade do Rei Arthur. Acho que Avalon High é um dos livros menos lidos da Meg, o que é uma pena, pois é um dos melhores. É muito interessante ver como a Meg conseguiu retratar a lenda do Rei Arthur nos dias de hoje e inserindo uma personagem que eu, pelo menos, não conhecia: a senhora de Shalott.

Pegando Fogo

Katie mente. E muito. Ela namora o cara mais gato da escola, mas pega o astro do grupo de teatro escondida. Ela está concorrendo a Princesa Quahog, um marisco típico de sua cidade que todos amam, mas não gosta de quahog. E o mais importante: ela sabe a verdade sobre a saída de Tommy Sullivan, seu antigo melhor amigo, da cidade anos atrás. Mas agora, Tommy está de volta e Katie se convenceu de que ele quer vingança. Mas ela vai fazer de tudo pra que ele não arruíne a vida perfeita que ela conseguiu construir nos anos em que ele esteve fora. EU DEIXEI O MELHOR PRO FINAL: ESSE É MEU LIVRO PREFERIDO DA MEG!!!!! Ele é maravilhoso por motivos de: Tommy Sullivan. O cara é alto, sarado, tem olhos que mudam de cor eeeeeee É RUIVO. Além de ser todo faceirinho. Eu e Natália temos uma rixa por causa disso porque ela acha que o David de Garota Americana é o melhor e eu acho que é o Tommy. É CLARO QUE EU GANHO NÉ.

Leiam os livros e tirem suas próprias conclusões.

natalia

Site oficial: http://www.megcabot.com/