Tag Archives: curta

Pinky Wednesday: Curtas

26 jun

Essa não é a primeira vez que eu falo de curtas por aqui. Já fiz um post sobre um único curta, Eu Não Quero Voltar Sozinho (se você não leu, clique aqui!), e hoje resolvi fazer uma seleção de alguns dos curtas que eu mais gosto para vocês serem iniciados nesse mundo, se ainda não o conhecem.  Vamos lá!

A Pequena Vendedora de Fósforos

Peguem os lencinhos e preparem o coração! Quem conhece esse conto de fadas de Christian Andersen sabe que é um dos mais lindos e tristes ever. Esse curta de 2006 faz jus a essa bela história e passar uma mensagem linda de esperança e fé.

Thought of You

Sim, a abertura da novela das nove é muito parecida com esse curta! Feito em 2010 por Ryan Woodward, essa animação realmente é uma graça embora me lembre do filme O Tigre e o Dragão. No original a trilha sonora era a música Thought of You, do The Weepies, que também dá nome ao curta. A abertura da novela não é igual, mas foi criada pelo mesmo cara. Nada contra o Daniel, mas essa música é bem mais coesa com o filme né.

Alma

Alma é uma garotinha que entra numa loja de brinquedos atrás de uma boneca que é idêntica a ela. Quem viu e gostou de Coraline, vai gostar desse! Buuuuuuu

Croissant de Triomphe

[videolog 950189]

 Croissant de Triomphe é o primeiro de uma série de curtas estrelando Mickey Mouse que serão lançados esse ano em comemoração aos 85 anos do ratinho. As histórias contarão com a participação dos amigos de Mickey assim como de outros personagens da Disney e se passarão em locais diferentes. Esse, por exemplo, é na França (e é uma graça)!

Dot

Esse é um curta simples, mas peculiar. Dot é uma bonequinha de 9 milímetros que luta para não ser destruída. A peculiaridade fica por conta do modo como ele foi feito: usando uma câmera de celular apoiada em um microscópio! Esse microscópio foi criado especialmente para celulares com o intuito de ajudar a identificar doenças em áreas remotas que não têm hospitais e nem acesso a tecnologia.

 ywybv8ilgg1y5hfv9ks9

A Fine Frenzy

16 jun

fe

A Alison Suddol é a minha cantora favorita há uns três anos e finalmente, depois de todo esse tempo, estou fazendo um post sobre ela! Então não se assustem com a quantidade de fangirlismo e não me levem tão a sério, hahaha.

Alison teve contato com a música desde pequena. Cresceu escutando Aretha Franklin e Ella Fitzgerald, por exemplo. Ela também era apaixonada por literatura, tendo entre seus autores favoritos Lewis Carroll, C. S. Lewis e Charles Dickens. Foi essa paixão que a levou a escrever livros.

Depois de aprender a tocar piano sozinha, ela começou a escrever suas músicas. A Fine Frenzy, seu nome artístico, vem de um verso de Sonho de Uma Noite de Verão, de Shakespeare. Em uma entrevista, ela disse que escolheu o nome quando tinha um monte de livros abertos a sua frente e a fine frenzy simplesmente pulou da página.

Em 2007, ela lançou One Cell in The Sea, seu primeiro álbum. O primeiro single foi Almost Lover que, na minha opinião, é a melhor música de todo o CD. As canções são fortemente influenciadas pelas notas do piano de Alison e tem letras melancólicas e tocantes. Elas têm muita coesão entre si, visto que a maioria delas fala da dor de cotovelo do coração partido de Alison. O álbum é intenso, profundo e muito evocativo. As músicas que eu mais gosto são Almost Lover, Near To You e Rangers, então se alguém quiser ser iniciado no mundo de A Fine Frenzy, comece por essas!

 

Bomb in a Birdcage foi lançado em 2009 e é o segundo álbum de Alison. O primeiro single foi Blow Away, que não está entre as que eu mais gosto. Maaaaaaaaas esse CD contém a minha música preferida de todas: Swan Song. Não é uma música popular e até confesso que ela tem músicas melhores. MAS EU SIMPLESMENTE AMO ESSA MÚSICA!!! Sem nem ter um porque. Outro single desse álbum foi Electric Twist. E sim, eu gosto dessa música. Mas não sei POR QUE ela foi incluída. É tão diferente de todo o resto que eu nem sei como ela pôde gravar essa música! Me parece que é o tipo de música que só está ali pra chamar a atenção dos ouvintes, porque é animada e pop. Mas simplesmente não combina com o estilo dela!!! Argh, por que você fez isso, Alison????

 

E então veio o Pines, lançado ano passado, e que é diferente de tudo o que ela já fez. Pines é, na verdade, uma história sobre o último pinheiro, Pine, que restou de uma imensa floresta que desapareceu. Ele vive sozinho até que conhece uma coruja, Bird, que se torna sua amiga e o leva para outros lugares. Segundo Alison, cada música é um capítulo que leva ao próximo. As músicas são extremamente instrumentais contando não só com o já tradicional piano de Alison, mas também cello e outros instrumentos além de sons da natureza, como água, pássaros cantando etc. enfim, é uma experiência completa que realmente te leva pra esse universo criado por ela. E como a história era oh so marvelous  muito grande pra se limitar apenas ao álbum, ela escreveu um livro pra complementar! The Story of Pines foi lançado só em ebook e é ilustrado (eu amo ilustrações), uma graça!

Esse foi o álbum mais bem cotado pela crítica especializada, mas não é o mais badalado entre os fãs e público em geral. Sim, Pines é difícil de ser escutado. Eu mesma não gostei da primeira vez que escutei, mas logo me acostumei. Se você quiser apreciar e realmente entender esse CD é preciso escutá-lo mais de uma vez consecutiva. Aposto que no final você vai estar amando toda essa atmosfera mágica tanto quanto eu.

Mas para os apressadinhos de plantão, eu tenho a solução olha a rima aí, gente! Descobri isso há pouquíssimo tempo e acho que vocês vão amar! É um curta que conta a história do álbum, narrado pela própria Alison. E como não poderia deixar de ser, a trilha sonora é o álbum. Mesmo que você não tenha se interessado por A Fine Frenzy, vale a pena assistir. Duvido que alguém não seja tocado por essa história linda!

 

E por falar nisso… Alison estrelou em 2010 o curta Lost Things quando ainda era ruiva e linda. A música tema é dela e se chama Sleepwalking e combinou perfeitamente bem com o vídeo, que é uma graça. Vale a pena assistir!

 

A Fine Frenzy é uma cantora maravilhosa, de voz aveludada e impactante e que compõe as músicas mais lindas do mundo, além de tocar e ser escritora nas horas vagas. Uma verdadeira artista. Enquanto eu escrevo esse post, escuto Pines e sou transportada para um mundo mágico onde tudo é possível. Dê a mão a Alison e a deixe te levar nessa jornada fantástica também.

ywybv8ilgg1y5hfv9ks9

Eu Não Quero Voltar Sozinho

7 abr

Leo e Giovana são melhores amigos. Eles estudam juntos e voltam pra casa juntos todos os dias. Leo é cego, por isso Giovana o guia até a casa dele. Até que um aluno novo, Gabriel, entra na sala deles. Os dois tentam ser simpáticos com ele e logo se tornam amigos. Aos poucos, Gabriel vai ganhando mais e mais espaço no grupo e Giovana começa a morrer de ciúmes. Nesse interim, Leo tem que lidar com uma nova situação.

O curta tem menos de 20 minutos e é em português (é uma produção brasileira), portanto é muito fácil de assistir. Vou deixar ele aqui embaixo e quero que todos vejam!

 

Eu Não Quero Voltar Sozinho é um curta maravilhoso que trata de forma sutil e delicada temas polêmicos como a deficiência e a homossexualidade. A princípio, pode parecer só mais um filme sobre escola, mas com o desenrolar da história, se torna muito mais. Eu me peguei torcendo pelos personagens, até pela Gi! E no final fiquei só suspiros…

O curta fez tanto sucesso que vai virar um longa! O filme vai se chamar Todas as Coisas Mais Simples (tem nome mais lindo???) e a previsão de estreia é pra 2014. A história deve ser basicamente a mesma, mas com mais desenvolvimento, visto que um longa tem mais tempo pra contar o enredo. Os três atores principais, Tess Amorim, Fabio Audi e Guilherme Lobo, voltam reprisando seus papéis do curta, mas o filme vai contar com mais personagens (como a Karina!!!).

Vale a pena curtir o facebook do curta, onde são postadas fotos dos ensaios, gravações e bastidores. E por falar nisso… As gravações foram concluídas no início do mês passado. Então agora é só esperar a pós-produção pro filme estrear e correr pro abraço! Só espero que seja bem distribuído pelos cinemas do Brasil e não só pros cinemas “cult”.

http://www.facebook.com/eunaoquerovoltarsozinho

ywybv8ilgg1y5hfv9ks9