Tag Archives: birdy

Novo single da Birdy

27 jul

birdy-600x450

Quando eu apresentei a Birdy a vocês (nesse post aqui ), eu disse que havia boatos de que ela iria lançar um álbum de originais. Bom, esse dia finalmente chegou!

Fire Within tem lançamento previsto para 23 de Setembro no Reino Unido. O primeiro single, Wings, foi divulgado essa semana, mas por enquanto conta apenas com o áudio.

 

A tracklist também foi divulgada e já tem até as faixas bônus da versão deluxe, eike eficiência!

  1. Wings
  2. Heart of Gold
  3. Light Me Up
  4. Words As Weapons
  5. All You Never Say
  6. Strange Birds
  7. Maybe
  8. No Angel
  9. All About You
  10. Standing In The Way Of The Light
  11. Shine

Deluxe

  1. The Same
  2. Dream
  3. Older
  4. Home

Além disso, ela divulgou um vídeo que também tem o preview de outra música do álbum, No Angel.

E aí, ansiosos para Fire Within?

ywybv8ilgg1y5hfv9ks9

Birdy

17 mar

Acho que a essa altura todo mundo já conhece a Birdy. Os fãs de Jogos Vorazes devem conhecê-la da trilha sonora do filme, da qual ela faz parte com a música Just a Game. Mas caso você ainda  não tenha ouvido falar dela, aqui vai o que  precisa saber.

Jasmine van den Bogaerde, mais conhecida como Birdy, nasceu em 15 de Maio de 1996, portanto, ainda tem 16 aninhos. Tá na flor da idade. O apelido foi dado pelos pais quando ainda era bebê porquê ela abria a boca igual a um passarinho quando era alimentada. Enfim, né…

Ela aprendeu a tocar piano aos sete anos e começou a compor músicas aos oito (enquanto nós, reles mortais, brincávamos de boneca e essas coisas). Aos doze anos, ganhou o concurso Open Mic UK tanto na categoria abaixo de dezoito anos quanto o prêmio geral. Pra isso, sambou na cara de 10,000 competidores. Por aí já dá pra perceber o talento da menina.

 

Em 2011, aos catorze anos, Birdy lançou seu primeiro single, um cover da música Skinny Love, de Bon Iver. Apenas assistam ao clipe e vejam o que essa menina já fazia aos catorze anos. No mesmo ano, ela lançou o álbum, intitulado Birdy, onde a maioria das músicas são covers com arranjos musicais diferentes.

Sim, são covers, mas se não fossem tão bons, não mereceriam ser lançados num álbum, certo? A questão é que a querida Birdy canta muitíssimo bem (felizmente, por que imagina desperdiçar uma voz dessas????), mas vai além. Ela tem uma interpretação única das músicas, bem diferente das interpretações originais. Tudo isso com um sotaque britânico lindo, que eu amo, tu amas, todos amam etc. Ela escolheu o que queria cantar, por isso, pressuponho que ela tem toda uma história com cada música. Aliado a isso, está o piano que ela toca em quase todas (ou todas?) e dá um toque especial às versões.

A única música original é Without a Word, que foi escrita por ela. Pra mim, essa não fica atrás das outras tanto no quesito letra quanto instrumental. Eu, por exemplo, sempre canto “teeeeeeeeell me that you don’t careeeeeeee” a plenos pulmões. Eu simplesmente não consigo escolher minha música preferida, porque todas são lindas e cada uma tem alguma coisinha que me faz amá-la de um jeito especial. Mas Skinny Love foi a primeira que conheci, então sempre vai ter uma portinha no meu coração.

 

Os clipes também são ótimos. Ela tem clipes melhores do que os de muita gente grande por aí. Lindos, melancólicos e com ótima fotografia e edição. Eu acho que os de Skinny Love e Shelter são meio parecidos, até. Tem essa vibe de casa abandonada, floresta inóspita e tal. Acho que os produtores pensaram que em time que tá ganhando não se mexe. E convenhamos, deu certo. Eles podem até ser semelhantes, but it’s ok porque ambos são ótimos.

Diz a lenda que ela vai lançar um álbum com músicas originais, mas eu ouvi isso em 2011 e já estamos em 2013 e até hoje nada foi feito. E enquanto isso, só observo.

ywybv8ilgg1y5hfv9ks9