Archive by Author

Now You See Me

7 ago

Adoro filmes que tem planos super elaborados e roubos impossíveis de se fazer, bem no estilo de Onze Homens e Um Segredo, então fiquei louca por esse filme só pelo trailer:


Com um monte de atores sensacionais e com toda essa parte de mágica eu não podia deixar de ver esse filme no cinema e eu vi sozinha rs. O filme começa mostrando como o mágico Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), o mentalista Merritt McKninney (Woody Harrelson), o ladrão Jack Wilder (Dave Franco) e a ex-assistente de Daniel e ilusionista Henley Reeves (a linda Isla Fisher) ganham a vida e qual é o truque de cada um.  Eles são mágicos que trabalham na rua até que são convocados por alguém misterioso. Um ano depois eles são patrocinados por Arthur Tressler (Michael Caine) e no meio de um show de mágica em Las Vegas eles simplesmente roubam um banco em Paris e distribuem o dinheiro entre a plateia. É claro que isso chama a atenção da polícia e para investigar o caso é chamado o agente Dylan Rhodes (Mark Ruffalo) e a agente da Interpol Alma (Mélanie Laurent), e com a ajuda do especialista em desmascarar mágicos Thaddes Bradley (Morgan Freeman), eles tentam adivinhar como eles conseguiram realizar esse roubo.

posterEsse filme se tornou um dos meus favoritos! Toda hora eu queria descobrir como tal coisa aconteceu e qual vai ser o próximo passo dos Quatro Cavaleiros, mas a grande dúvida é: Quem é o Quinto Cavaleiro? Desde o principio nós sabemos que tem alguém por trás desse plano e não temos a mínima ideia de quem seja. Li por aí que algumas pessoas descobriram quem era na metade do filme, mas eu fiquei chocada quando foi revelada a identidade do Quinto Cavaleiro. Pensei em todo mundo, menos nessa pessoa! Vi também que algumas pessoas reclamaram de algumas coisas do roteiro, mas eu não percebi esses furos. Não sou exigente com filme que foi feito pra entreter e esse filme cumpre muito bem esse papel. A única coisa que eu não gostei foi que mostraram como é feito algumas mágicas então agora eu sempre vou saber como que é hahaha.

O final é bem empolgante, mas o que quebrou um pouco o clima do filme foi essa tentativa de romance que tentaram colocar. Infelizmente eu não posso comentar muito do filme porque pode ser spoiler, mas está recomendadíssimo e não vejo a hora de ver de novo!

now you see me movie

natalia

Anúncios

Novo trailer de Em Chamas!

20 jul

Acabou de sair o novo de trailer da continuação de Jogos Vorazes e só tenho uma coisa pra falar: cadê novembro?

natalia

Fifth Harmony

18 jul

Só eu que estava sentindo falta de uma girlband com músicas que não saem da sua cabeça?

Ally Brooke, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Camila Cabello e Dinah Jane

Ally Brooke, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Camila Cabello e Dinah Jane

A banda foi formada no The X Factor do ano passado e chamou bastante atenção aqui fora como o Emblem3. Ficou em terceiro lugar na competição, mas assinou um contrato com a gravadora de Simon Cowell, que era o seu técnico no programa. Com o disco pra ser lançado ainda esse ano, foi divulgado o clipe do primeiro single das meninas que está ótimo e já escutei incontáveis vezes:


 E lançaram o áudio da nova música delas e eu gostei bastante também!


 Mas elas não focaram só no álbum e também fizeram covers pro youtube e ainda fizeram parceria com o Boyce Avenue!

 

 
Minha preferida é a Lauren, mas todas cantam muito bem e é difícil ter uma banda onde todo mundo é ótimo! Estou ansiosa pelo disco e tenho certeza que elas vão fazer muito sucesso ainda.

Twitter Facebook

natalia

Pinky Wednesday: The Voice

11 jul

Sempre quis assistir o The Voice US por motivos de: Adam Levine. Sim, sou dessas. Mas eu sempre esquecia de acompanhar e como eu não vi a versão brasileira, eu nem sabia como era o estilo do programa. Mas esse ano Usher virou um dos jurados então eu não pude perder a oportunidade de ver Adam e Usher em um mesmo programa.

Eu adorei o formato da competição e pude conhecer vários talentos! Muitos dizem que o nível dos participantes dessa temporada foi bem superior que dos anos anteriores e eu acho que é verdade porque tinha muita gente boa no programa. Danielle Bradbery de 16 anos foi a grande campeã da edição, mas eu sou Team Michele desde que ela apareceu pela primeira vez e fiquei bastante chateada quando ela ficou em segundo lugar. Danielle, que era do time de Blake Shelton, fez com que o cantor ganhasse pela terceira vez no programa.

Então eu fiz uma seleção de apresentações que mais gostei do programa todo, infelizmente alguns vídeos estão em péssima qualidade ou eu não achei o vídeo da apresentação, pois o canal do programa não está disponível no Brasil.

Sarah Simmons – One of Us

Eu adoro essa música e fiquei toda arrepiada quando escutei essa mulher cantando. A voz dela é tão poderosa que você fica impressionado em como ela ainda não é uma cantora de sucesso e não é lindo o pai dela chorando?!

Kris Thomas – Saving All My Love For You

Eu tenho certo medo de pessoas que cantam Whitney Houston porque eu sempre acho que não vai ser bom, afinal, estamos falando de Whitney Houston, mas qual foi a minha surpresa que um homem ia cantar tão bem uma música dela? O que é esse agudo dele?

Ryan Innes – Gravity

 O único vídeo que achei foi esse da família dele vendo o programa então se você quiser ver a apresentação dele você coloca a partir de 2:30!

Como esse homem não ficou até final? Isso é o que eu me pergunto sempre! Eu fiquei arrepiada desde o primeiro ‘gravity’ e parece que não fui a única já que Adam apertou o botão aí também. Uma pena que ele foi eliminado na próxima etapa, mas espero ver mais coisa dele por aí. Se você quiser escutar a versão de estúdio é só clicar aqui.

Judith Hill & Karina Iglesias – It’s a Man’s Man’s Man’s World

Judith era a voz mais poderosa da competição e a preferida para ganhar, então quando Adam colocou a Karina para competir com ela eu achei que Judith ia esmagar ela, mas qual foi a minha surpresa e a de muitos que Karina conseguiu segurar muito bem e fizeram o melhor Battle Round da temporada e segundo Adam, de toda a competição e eu acho bem provável. Fiquei com pena do Adam por ele ter que escolher somente uma delas.

Garrett Gardner – I Want It That Way

Eu tenho um fraco por voz rouca, então quando Garrett apareceu pela primeira vez ele logo se tornou um dos meus preferidos da competição. Adorei a versão dele para a música do Backstreet Boys e também gostei bastante da sua versão de Imagine do John Lennon, mas não achei o vídeo. Fiquei chateada quando ele saiu tão cedo da competição também.

Michelle Chamuel – True Colors

Na sua audição, Michelle cantou Katy Perry então eu fiquei surpresa com essa escolha do Usher para ela porque é uma música mais lenta e ela arrasou! Sou apaixonada por essa música e me emocionei junto com ela cantando.

Josiah Hawley – The Man Who Can’t Be Moved

Amo essa música e Josiah mostrou que não é só mais um rostinho bonito com essa apresentação. Gostei muito e pra mim foi a sua melhor performance no programa.

Sarah Simmons – Mamma Knows Best

Sarah durante algum tempo só cantou músicas um pouco mais lentas e angelicais, mas, para mim, a sua voz é para cantar músicas desse estilo porque mostra todo o seu poder vocal. Achei simplesmente perfeita essa apresentação.

Michelle Chamuel – Just Give Me a Reason

Outra música que eu amo e que fiquei ainda mais apaixonada com a versão da Michelle <3. E podemos perceber o orgulho do Usher!

Judith Hill – The Way You Make Me Feel

Judith já fez um dueto com o Michael Jackson, só aí já podemos ver o quanto que ela é boa. Ela é aquela concorrente que todos sabem que é ótima. Então, nada mais justo que ela faça uma apresentação com uma música de MJ e eu achei que ficou ótimo! Melhor apresentação dela.

Amber Carrington – Skyfall

Tenho também medo de pessoas que cantam Adele e já escuto com certo preconceito porque sempre acho que não vai ficar bom. Amber fez uma apresentação tão boa que me fez gostar da música já que eu não gostei muito na versão da Adele. E preciso dizer que ela estava linda! (shippei ela com o Adam depois dessa apresentação hahaha)

Danielle Bradbery – Please Remember Me

Da grande vencedora da competição eu só gostei mesmo dessa apresentação. Pode ser porque eu gosto bastante da música ou porque eu não conhecia a maioria das músicas que ela cantava já que ela é country e eu não costumo escutar muito esse tipo de música.

Michelle Chamuel – Time After Time

Acho que ninguém tem dúvida que a melhor dupla da temporada foi Usher e Michelle. Estava estampado para todos o orgulho que ele tinha toda vez que ela cantava e o quanto ela era agradecida a ele por tudo que ele tinha feito para ajudar ela. Ela cantou essa música em homenagem a ele e ficou lindo! (shippando os dois também hahaha) 

Michelle Chamuel & One Republic – Counting Stars

E o que Michelle faz na final para ficar ainda mais no meu coração? Canta com o One Republic, que é uma das minhas bandas preferidas! Achei que ficou ótimo e estou esperando mais parcerias assim.

E para fechar o post, eu deixo todo o charme do Usher com vocês:

natalia

Skins – Terceira Geração

2 jul

Eu pensava seriamente em não assistir a quinta e sexta temporada já que não tinha gostado tanto da segunda geração quanto eu achava que ia gostar e porque não tinha um rosto conhecido, mas ainda bem que assisti! Skins volta a mostrar o cotidiano dos personagens de uma forma simples e sem ser exagerado. Essa terceira geração é a menos popular, o que é uma pena!

skins tercSomos apresentados primeiro a Franky, uma personagem diferente com aparência meio andrógena e que não temos certeza da sua sexualidade durante algum tempo.  No começo vemos que ela é adotada e tem dois pais gays, ela é novata na escola e bem tímida e é a protagonista dessa geração. É uma personagem bem diferente e eu gostei bastante dela no início, mas na sexta temporada eu fui ficando com raiva dela, o que eu acho que foi o que aconteceu com a maioria das pessoas. Depois conhecemos as três amigas Mini, Liv e Grace.

Mini é a típica loira, popular, bitch, que tem um namorado também popular que é jogador de rugby, Nick, e tem suas melhores amigas fiéis. No começo eu achei ela super clichê, que eu não ia gostar dela e que a personagem ia ficar meio perdida no mundo de Skins, mas me enganei. No decorrer dos episódios nós vamos entendendo aos poucos como é a Mini e a adoramos e eu adorei o final dela. Liv é a minha personagem favorita dessa geração. No começo parece que ela não vai chamar muita atenção na série, mas no seu episódio é mostrada a complexidade dela. Grace (linda!) é bailarina, sempre vê o bem das pessoas e se dá bem com todo mundo. No início parece que ela é influenciada por Mini e que não tem opinião própria, mas está longe disso.

E a grande diferença dessa geração de toda série foram os personagens Rich e Alo, que logo viram amigos de Franky. Rich é um metaleiro que se acha melhor do que todo mundo, que metal é a única música de verdade e só tem Alo como amigo. Ele é bem tímido e não tem muito contato com garotas. Diferente de Alo, que mora em uma fazenda e é viciado em pornografia e que não vê a hora de perder a virgindade.

skins terc2Admito que no início eu não me apeguei muito aos personagens, mas lá no meio da quinta temporada eu já adorava cada um e já estava triste por saber que o final já era certo na sexta temporada e que nenhum deles ia participar da sétima temporada. Acho que como eu não fui com grandes expectativas eu aceitei mais fácil essa geração.

A evolução de cada personagem é notável no início da sexta temporada e o casal formado por Grace e Rich (não é spoiler já que dá pra ver que isso acontece no segundo episódio…) é o mais bonito de toda a série! Infelizmente eu não posso falar muito da sexta temporada já que vai ser spoiler, mas o final é bem digno da série e fecha todas as histórias na sexta temporada (diferente da segunda geração). Skins é aquele tipo de série que você quer que nunca acabe, mas infelizmente acabou e pelo menos, para mim, muito bem. Recomendo a todos!

natalia

Skins – Segunda Geração

1 jul

Depois de duas temporadas incríveis a minha expectativa para essa nova fase de Skins estava altíssima. Ainda mais porque estava sendo liderada pela linda misteriosa Effy!

Essa geração é muito boa, trata de assuntos interessantes como o autismo e Síndrome de Asperger do JJ (lindo!), a descoberta de sexualidade e o relacionamento de Emily e Naomi. Mas para mim ela pecou no sentido de ser muito dramática e exagerada. O consumo excessivo de drogas dos personagens faz com que se torne menos real e mais difícil de acreditar diferente das temporadas anteriores que, mesmo com o uso de drogas, era mais crível e tem momentos dramáticos que se tornam desnecessários.

O que realmente me  fez me apaixonar pela terceira e quarta temporada de Skins foram os personagens, porque qualquer um se identifica com pelo menos um deles e eu adoro todos, menos o Freddie.

skins segA terceira temporada já começa mostrando os melhores amigos Cook (<3), Freddie e JJ conhecendo Effy. Cook para mim é a mistura de Tony e Chris da geração anterior, com o jeito do Tony de liderar o grupo e de ser egocêntrico e com o jeito de Chris de não se importar com as coisas e beber e se drogar bastante. Não me simpatizei com o Freddie desde o primeiro momento, porém o acho bastante bonito, e apesar de também usar drogas e beber, ele é bem mais controlado que Cook e é mais responsável. E então temos o JJ… Esse fofo que por causa da sua doença não faz amizades facilmente e tem dificuldade de se relacionar com as pessoas e tem o hobby de fazer mágica. É claro que o triângulo amoroso já é formado aí (não conto o JJ porque o foco não é nele, só nos outros dois). Sempre fui Team Cook e sempre vou ser!

Depois conhecemos as gêmeas Emily Fitch e Katie fucking Fitch (eu adoro a cena em que ela diz isso na quarta temporada haha). Katie é a vadia dessa geração e tenta controlar a sua irmã em tudo enquanto Emily é mais na dela e não sabe como reagir muito bem perto de Naomi, que não tem paciência quando Katie implica com ela a chamando de lésbica. Pandora, que já tinha aparecido na segunda temporada, é a única amiga de verdade da Effy e é a mais ingênua e aceita qualquer coisa que Effy diz. Thomas, que é um personagem que eu não gostava muito nos seus episódios, veio do Congo tentar a sorte em Londres e por acaso conhece Effy e Pandora.

As referências das temporadas anteriores são ótimas e fazem com que a gente mate um pouco de saudade. Como quando o Cook acha as revistas pornográficas do Sid ou quando Effy fala algo do Tony, seu irmão. O final da quarta temporada deixou algumas coisas em aberto, mas Effy e Cook foram escolhidos para participar da última temporada! O episódio da Effy que se chama Skins Fire vai ao ar hoje e eu estou morrendo de ansiedade para saber o que vai acontecer alguns anos depois.

skins seg2

Apesar de não gostar muito de alguns dramas que teve nessas temporadas eu sou apaixonada pelos personagens! Acho que o meu grande problema foi que fui com grandes expectativas, mas Skins continua sendo ótima e claro que recomendo.

natalia

Skins – Primeira Geração

28 jun

Com a  temporada de despedida para estrear na segunda-feira eu resolvi falar um pouco sobre as três gerações dessa série incrível!

skins uk

Considerada por muitos, e por mim, como as melhores temporadas da série. A série deixou a sua marca na história da televisão, traz o mundo adolescente de forma nua e crua e não tem medo de mostrar cenas de drogas e sexo. Uma grande característica da série é que a maioria dos atores não tem experiência artística e são realmente jovens que aparentam ter a idade que tem na série diferente de um monte de série por aí que contrata atores de 30 anos para aparentar ter 16. Cada episódio da série é focado em um personagem e achei isso bem diferente quando comecei a ver, mas depois percebi que esse é um jeito genial de contar a história e faz a gente se apegar ainda mais aos personagens. Criada pelo pai e filho Bryan Elsley e Jamie Brittain, a série estreou em janeiro de 2007 no canal E4 da Inglaterra e narra a vida de adolescentes de classe média na cidade de Bristol.

tonysid

O primeiro episódio nos apresenta Tony, interpretado pelo ótimo Nicholas Hoult, e nos dá uma breve apresentação dos outros personagens. Tony é bonito (e muito), inteligente, confiante, manipulador, egocêntrico e é praticamente o protagonista dessa geração.

Acho que o que torna essa geração a melhor é porque ela convence que eles são amigos de verdade, diferente das outras gerações, nessa todos já se conhecem antes e quase todos são amigos antes da história começar a ser contada então é mais fácil de ser convincente, pois todos têm personalidades diferentes um do outro. Independente das besteiras que eles arrumam no final a amizade está ali.

E trata de vários assuntos considerados clichês de uma forma maravilhosa. Como o Sid que é o virgem apaixonado por Michelle, que é a namorada do seu melhor amigo Tony; Chris que é apaixonado por sua professora ou a Cassie que é anoréxica. Uma amizade um pouco improvável que chama muita atenção é entre Maxxie e Anwar. Maxxie é gay assumido, mas que não é muito aceito pelo seu melhor amigo Anwar que é muçulmano, porém só pensa em sexo e não dispensa uma festa e drogas. Jal que é a que menos chama atenção até a segunda temporada é a mais certinha do grupo, mas isso não quer dizer que ela não dispensa uma festa. E temos Effy que é a irmã do Tony, mas que é somente introduzida na história sem grande foco apesar de ter seus próprios episódios que são ótimos. Ela se torna a protagonista da próxima geração.

skins1

Tony pode se mostrar um grande ridículo no início da primeira temporada, mas depois vai mostrando as mudanças dele e ele se torna um lindo principalmente em relação a sua amizade com o Sid. Chris sempre foi um dos meus preferidos e era o que menos se importava com as consequências e era viciado em suas pílulas. Sid e Cassie formando um casal lindo e Michelle sendo aquela personagem que faz todas as escolhas que faz a gente odiar ela. Jal sendo a mais certinha do grupo pode se mostrar sem importância no início da série, mas logo nós nos apaixonamos por ela e como não adorar os seus irmãos com aquele amigo branco que se achava negro? Hahaha. E as cenas do Maxxie dançando? Muito lindo. Anwar é o mais engraçado, não me aguento com ele! Que diferença do Dev Patel de Skins para o de Quem Quer Ser Um Milionário? !

Sem contar que as festas de Skins são maravilhosas e como eu queria estar em alguma delas! A trilha sonora da série é muito boa também. Ah e a música (que eu adoro) que é cantada no último episódio da primeira temporada é cantada mesmo pelos atores! O final da primeira temporada é chocante e a segunda temporada começa seis meses depois do acontecimento trágico e conta como aquilo afetou todo o grupo por causa disso mostra o amadurecimento que cada um teve.

A série mostra que os adolescentes são mais complexos do que aparentam. O final da segunda temporada pra mim foi com uma grande dor no coração tanto que eu fiquei de luto e demorei bastante pra começar a próxima temporada que ia ter uma nova geração e sabia que não ia mais acompanhar a história deles, mas o final foi bem digno da série.

Com o total sucesso de Skins a MTV americana tentou fazer uma adaptação, mas foi um fracasso total e agora a nova temporada vai trazer três personagens que são os preferidos pela maioria dos fãs da série. Cassie foi escolhida para mostrar o que acontece com ela alguns anos depois e acho que foi a melhor escolha entre os personagens dessa geração, mas espero que alguns outros personagens  apareçam!

 skins3

Você ainda não assistiu Skins ou ainda está em dúvida em assistir? Faça um favor a si mesmo e veja essa série que é uma melhores já feitas e uma das minhas preferidas!

natalia

Belo Desastre

23 jun

belo desastre

 

 

“Não era apenas eu nem apenas ele – era o que nós dois formávamos juntos.”

 

Ah Travis, finalmente te conheci…

Estava com tanta curiosidade de ler esse livro de tanto que ele foi falado que quando eu comprei o Kindle ele foi logo o primeiro livro que li. E finalmente li um livro new adult, que é um novo gênero literário e é a tendência literária do momento. E deixo o aviso que você não vai conseguir parar de ler até acabar o livro!

Abby Abernathy se muda com sua melhor amiga America para poder fugir do passado e quer se passar despercebida, mas não consegue por muito tempo graças a Travis Maddox. Travis é desses de fazer qualquer uma suspirar. Atraente, musculoso, tatuado, seduz as meninas para poder dispensar no dia seguinte e ainda luta nas horas vagas, um verdadeiro bad boy!

Acostumado com a atenção da mulherada e ela já sabendo da fama dele, ele fica surpreso quando Abby não cai no seu charme e eles acabam virando amigos, mas a tensão sexual entre os dois é tão grande que era impossível eles serem apenas amigos. Então eles fazem um aposta  em que muda tudo entre eles, se Travis perder ele tem que ficar um mês sem sexo, mas se ganhar ela tem que morar um mês no apartamento que ele divide com Shepley, seu primo e melhor amigo que é namorado de America.

Tenho que dar destaque para os personagens secundários que são ótimos como o Finch, melhor amigo de Abby e America e os quatro irmãos de Travis que é um mais engraçado que o outro! Eu entendo o Travis ser só um pouco possessivo e ciumento e a Abby não confiar que o relacionamento deles vai dar certo porque o passado influencia bastante na personalidade deles. Apesar de que Abby ser tão cabeça dura que eu queria sacudir ela e abraçar o Travis, mesmo eu sendo orgulhosa que nem ela.

Admito que fiquei surpresa com o segredo do passado da Abby, não esperava por aquilo! Acontece tanta coisa no livro e a leitura flui tão rápido que parece que o livro é minúsculo e quando acabei eu já queria ler de novo pra ter um pouco mais de Travis na minha vida!

A continuação do livro vai se chamar Desastre Eminente e vai ser a mesma história de Belo Desastre só que com o ponto de vista de Travis, preciso nem comentar com quanto eu estou ansiosa por esse livro né? Vai ter ‘continuações’ da história só que contando a história dos quatro irmãos de Travis. A Warner Bros comprou os direitos de adaptação do livro e eu estou mais do que ansiosa para ver isso! E o meu Travis é o Cam Gigandet:

cam

 

cam

só para embelezar o post

 

natalia

Pinky Wednesday: Casais de Séries

12 jun

Nada melhor que o Dia dos Namorados para eu listar os meus casais favoritos das séries que me faz rir e chorar junto com eles.

tumblr_m5t83b07Mf1rn9ok2Blair e Chuck

Melhor casal, apenas. Gossip Girl foi a primeira série que eu comecei a acompanhar de verdade e Chair foi o primeiro casal que eu me apaixonei. Acho que Gossip Girl é a série com mais triângulos amorosos e idas e vindas entre os casais, então sofria quando eles não estavam juntos. Ainda estou esperando que Leighton e Ed fiquem juntos na vida real.

Michael e Sara

michael e sara

O casal que mais teve dificuldade de ficar junto e se apaixonaram em um lugar bem improvável de acontecer um romance. Enquanto Michael estava com plano de fugir da prisão, Sara era uma médica da prisão que estava no lugar onde Michael precisava ir por causa do plano. Michael Scofield é muito amor e o final de Prison Break… Ah esse final! Ainda não superei e sempre me dá uma dor no coração quando lembro.

Robin e Barney

barney e robin

São perfeitos juntos!  Sempre torci para que Barney ficasse com ela e não o Ted. Espero que How I Met Your Mother pare de ficar querendo colocar o Ted no meio deles porque eles são perfeitos um para o outro.

Rachel e Jesse

rachel e jesse

Jesse é meu personagem favorito de Glee! Então nada melhor do que ele ficar com a Rachel. Na vida real os atores são melhores amigos, logo as cenas deles juntos são ótimas e eles são donos de maravilhosas performances na série. Espero que no final ele volte e fique com a Rachel e que sejam felizes para sempre.

Tony e Maxxie

tony e maxxie

Melhor casal de Skins, alguém tem dúvida? No episódio em que eles vão pra Rússia na primeira temporada mostra bem esse casal hahaha. Mas no primeiro episódio da segunda temporada mostra que eles são melhores amigos e que estão lá pra ajudar um ao outro independente de tudo. Ainda estou shippando eles.

Nick e Jess

nick e jess

Depois de duas temporadas esperando que eles fiquem juntos e quando acontece é de uma forma inesperada e muito engraçada como devia ser. Os dois tem suas esquisitices, mas são muito fofos juntos!

Chase e Cameron

chase e cameron

Fiz uma maratona doida de House só para ver Chameron juntos! Desde que lá nos primeiros episódios da primeira temporada em que ele falou que ficaria com ela eu já estava torcendo para que ficassem juntos e quando ficam é tão lindo! Os atores até ficaram noivos na vida real, mas pena que acabou. Lindo quando ele ficava falando toda terça feira que gostava dela…

Tate e Violet

tate e violet

Sempre tive medo de ver American Horror Story, mas quando soube que Adam Levine ia fazer uma participação especial na segunda temporada eu resolvi dar uma chance e o que me fez continuar a ver foi o romance de Tate e Violet. Sempre gostei do Evan Peters, mas depois de AHS eu fiquei apaixonada. Adoro um romance impossível e esse é um deles.

Eric e Sookie

eric e sookie

Gostava até de Bill e Sookie juntos, mas quando apareceu o Eric e começou a mostrar interesse por ela eu já estava mudando o meu shipper. O “vilão” é sedução pura e quero mais cenas dos dois juntos nessa nova temporada de True Blood!

Rumpelstiltskin e Belle

belle and rumple

Estava com medo de como eles iam adaptar a Bela e a Fera, mas Once Upon a Time acertou em cheio! Como é o meu conto favorito eu estava super ansiosa para ver quem ia ser a Bela e quem ia ser a Fera e amei que é a Emilie de Ravin pois a acho linda! E qual foi a minha surpresa que Rumpel ia se apaixonar e ser dono de umas melhores cenas românticas da série? Estou torcendo mais pelo feliz para sempre deles do que pra Charming e Snow!

Agora os casais que ainda não aconteceu, mas que shippo loucamente:

Jaime e Brienne

jaime brienneQuer casal mais lindo e mais improvável do que esse? Desde o começo da terceira de Game of Thrones eu estou torcendo por eles. Antes eu não era muito fã do Jaime, mas depois do quarto episódio da terceira temporada ele se tornou um dos meus personagens favoritos e o que foi aquela cena dele salvando ela? Ah muito amor esses dois!

Arya e Gendry

arya e gendry

Arya pode até ser nova demais para entrar em um romance, mas estamos falando de Game of Thrones então isso não é impossível. Ela e Gendry são lindos e quero que eles se reencontrem e que sejam lindos juntos.

gendry

<3 <3 <3

Oliver e Felicity

oliver e felicity

Minha nerd favorita é dona das melhores frases de Arrow e o seu jeito atrapalhado só faz com que suas cenas sejam as melhores! Nosso arqueiro verde tem que ficar com ela porque a Laurel é muito chata e Olicity é muito amor.

Hook e Emma

emma e hook

Hook é dono das melhores frases de duplo sentido da televisão e é charme puro, mas Emma não cai fácil no seu encanto. Juntos eles tem uma química ótima e formam um belo casal, quero os dois juntos na terceira temporada de Once Upon a Time!

Caroline e Klaus

klaus e caroline

O que é Stelena e Delena perto de Klaroline? O casal que nunca aconteceu é o meu favorito de The Vampire Diaries pelo simples fato do vilão ter mudado só por causa do seu amor por Caroline. Quem diria que o melhor personagem e vilão da série ia cair de amores pela vampira loira e que faria todas as suas vontades? Caroline sabe do poder que tem sobre ele e adora esse fato, mas com a saída dele para o spin-off The Originals será que esse casal nunca vai acontecer? Espero que sim e que não demore!

natalia

Pretty Little Liars

8 jun

Com a quarta temporada estreando na terça-feira, resolvi contar um pouco dessa série com a qual tenho uma relação de amor e ódio. Baseada nos livros de Sara Shepard, a série se passa na pequena cidade de Rosewood e conta a história de Aria, Hanna, Emily e Spencer um ano depois do desaparecimento de Alison que era a “Abelha Rainha” do grupo e que sabia dos segredos delas. O mistério do desaparecimento de Alison DiLaurentis (Sasha Pieterse) abalou toda a cidade e faz com que elas fiquem distantes uma das outras, afinal, era  por causa de Alison que viraram amigas.

prettylittleliarssmh021411

Aria Montgomery (Lucy Hale) depois do desaparecimento da amiga vai estudar na Europa e volta um ano depois para Rosewood guardando um segredo de seu pai e conhece Ezra, mas logo depois descobre que é seu professor de inglês. Emily Fields (Shay Mitchell) que tem os pais um pouco rígidos e que tem conflitos em relação a sua sexualidade, de que só Alison sabia, é a que mais sente falta da amiga. Hanna Marin (Ashley Benson) depois do desaparecimento volta diferente e se torna popular e com uma nova melhor amiga, Mona Vanderwaal (Janel Parrish). Spencer Hastings (Troian Bellisario) sempre foi a mais estudiosa e tem uma família que sempre espera o melhor dela e sofre com a pressão de ser igual à perfeita irmã Melissa.

Mas elas começam a receber mensagens e bilhetes de uma tal de “-A” que parece saber dos segredos que elas sempre esconderam de todos e que só Alison sabia. Elas começam a achar que Alison está viva, mas o corpo de Alison é encontrado então elas não sabem quem está fazendo isso com e como que sabem dos segredos que só elas e Alison sabiam. E ainda tem um mistério de Jenna, uma garota que apareceu no enterro de Alison e que elas não esperavam.

Isso faz com que elas se unam de novo para tentar descobrir quem é essa “-A” que está disposta a contar todos os segredos delas. São apresentados muitos suspeitos no desenrolar dos episódios e no decorrer da série elas descobrem alguns segredos de Alison que não esperavam e também tentam descobrir quem matou ela.

pretty little liars

Eu gosto bastante da série e do mistério em volta da história, acho que vale a pena assistir apesar de que às vezes eu queria que as revelações acontecessem mais rápido! Pra quem não se importa com spoiler, foi lançado um especial resumindo as três temporadas esses dias então quem tiver interesse em assistir a série seria interessante ver esse especial para ver se realmente vai querer acompanhar. Já foi anunciado que a série foi renovada para a quinta temporada e que terá um spin-off chamado Ravenswood.

natalia